Trabalho de base dos Emirados Árabes surte efeito na Copa da Ásia 2015

Ir em baixo

Trabalho de base dos Emirados Árabes surte efeito na Copa da Ásia 2015

Mensagem por Chad em Sex Jan 16, 2015 3:28 pm



Com duas rodadas disputadas no Grupo B da Copa da Ásia 2015, a situação já está definida. Vitoriosos em suas partidas, Irã e Emirados Árabes Unidos confirmaram vaga nas quartas de final e vão decidir no próximo dia 21 de janeiro (quarta da semana que vem) quem ficará na liderança.

O que pode selar o destino das equipes na competição, pois se espera que o Japão fique em primeiro lugar no Grupo D. Assim, o segundo colocado do Grupo C deve enfrentar os japoneses, super favoritos na Copa da Ásia 2015. A vantagem do empate é dos Emirados Árabes Unidos, que tem quatro gols de saldo, contra três do Irã. E há uma explicação para a grande campanha dos emirianos…

Histórico. Os Emirados Árabes estão longe de fazer parte do primeiro escalão das seleções asiáticas. A equipe disputou uma Copa do Mundo, em 1990, quando terminou na lanterna de sua chave ao perder os três jogos para Colômbia (2 a 0), Alemanha Ocidental (5 a 1) e Iugoslávia (4 a 1) – o time foi comandado por Carlos Alberto Parreira.

Nas eliminatórias para o Mundial 2014, por exemplo, os emirianos sucumbiram ainda na terceira fase, somando apenas três pontos em seis jogos, diante de Coreia do Sul, Líbano e Kuwait, na lanterna da chave.

Na Copa da Ásia, os Emirados Árabes participaram de nove das 16 edições, passando da primeira fase em apenas duas oportunidades: 1992, quando o time foi quarto colocado, e em 1996, sendo sede do torneio e vice-campeão, ao perder a final para a Arábia Saudita nos pênaltis. Se nas últimas três edições do torneio asiático o país caiu ainda na fase de grupos, desta vez o trabalho vem surtindo efeito.

Londres 2012. O time olímpico dos Emirados Árabes Unidos começou a disputar o torneio classificatório para as Olimpíadas em 1980, mas nunca tinha alcançado a fase final. Tudo mudou em 2012: após fazer 10 a 1 no Sri Lanka na primeira fase, os emirianos superaram a Coreia do Norte por 2 a 1 e alcançaram a fase de grupos.

Diante de Uzbequistão, Iraque e Austrália, talvez Emirados Árabes fosse o mais fraco. Porém, ao fim das seis rodadas, a equipe somou 14 pontos, não perdeu nenhuma partida e garantiu vaga em Londres 2012. É verdade que a campanha no torneio final foi péssima, com apenas um ponto somado diante de Senegal e derrotas para Uruguai e Grã Bretanha.

Participação ativa. Do elenco de 23 atletas que jogou as Olimpíadas de Londres, exatos 13 jogadores estão disputando a Copa da Ásia. Destes, sete foram titulares na estreia dos Emirados Árabes Unidos no torneio, que terminou com goleada de 4 a 1 sobre o Catar. Inclusive, os quatro gols foram marcados pelos atacantes Ahmed Khalil (dois) e Ali Makhout (dois), oriundos da seleção olímpica. Na segunda partida, oito jovens jogadores foram titulares. Os Emirados Árabes venceram o Bahrein por 2 a 1, e um dos gols foi anotado por Ali Makhout. Portanto, os jogadores são presença importante na seleção atual.

Experiência. Enquanto a média de idade de todo o elenco emiriano é de 25,3 anos, ela cai para 24,4 anos se abrangermos apenas os jogadores olímpicos. Mas engana-se quem pensa que eles não têm tanta experiência assim na seleção. Por exemplo, o atacante Ahmed Khalil tem apenas 23 anos, mas já jogou 58 partidas somente pela seleção principal, que defende desde 2008, aos 17 anos. Ali Makhout é um ano mais velho, mas coleciona 33 participações no time principal, com 23 gols, desde 2012. A maioria, claro, tem menos de dez convocações.

Geração abençoada. Se os Emirados Árabes não conseguirem ir muito longe na Copa da Ásia 2015, o desastre não será tão grande. Acaba que o torneio é apenas mais uma etapa no desenvolvimento desses atletas, que poderão ser verdadeiramente testados nas eliminatórias para a Copa do Mundo 2018 ou mesmo na Copa da Ásia 2019, quando estarão no auge da forma física e técnica.

Por enquanto, as atuais seleções sub-17 e sub-20 não tiveram bons resultados nas eliminatórias dos Mundiais das respectivas categorias. No sub-17, os Emirados Árabes Unidos perderam a vaga para o Irã, que foi 100% nos três jogos e venceu os emirianos por 3 a 0 – Paquistão e Sri Lanka completaram a chave. No sub-20, a equipe liderou a primeira fase, com Uzbequistão, Austrália e Indonésia, mas sucumbiu diante de Mianmar (1 a 0) a sede do torneio, logo nas quartas de final.

Importância do técnico. O desconhecido técnico emiriano Mahdi Ali, 49 anos, defendeu apenas o Al Ahli (Emirados Árabes) na carreira, entre 1983 e 1998, além da seleção nacional. Ele também é peça importante nessa evolução dos Emirados Árabes Unidos. Em 2003, Mahdi Ali foi auxiliar-técnico da seleção sub-16. Cinco anos depois, ele comandou o time sub-19 e nos anos seguintes trabalhou também nas equipes sub-20 e sub-23.

Foi Mahdi Ali o técnico nas Olimpíadas de Londres e ele está na seleção principal desde 2012. Portanto, o treinador acompanha essa geração há vários anos, conhece profundamente os jogadores e sabe como cada um age dentro de campo. Mahdi Ali foi campeão asiático sub-19 em 2008, vice dos Jogos Asiáticos em 2010, com o time sub-23, e vencedor da Copa do Golfo 2013 com a equipe principal.

Futuro positivo? Não se sabe qual será o destino dos Emirados Árabes Unidos na Copa da Ásia 2015, mas pode-se afirmar que o trabalho está sendo muito bem feito, pois os jovens jogadores têm oportunidades de disputar os grandes torneios, ganhando experiência internacional, o que pode contribuir para uma boa campanha nas eliminatórias do Mundial 2018.

O próximo passo para os emirianos é conseguir ter jogadores jovens no futebol europeu, ou mesmo nas grandes equipes asiáticas, o que ainda é apenas um sonho. Atualmente, sete jogadores locais jogam fora do país, mas apenas um está na seleção: o zagueiro Hamdan Al Kamali, que passou pelo Lyon e hoje defende o Valletta (Malta) – ele esteve em Londres 2012; os outros atuam em Arábia Saudita, Kuwait e Catar.

http://trivela.uol.com.br/trabalho-de-base-dos-emirados-arabes-surte-efeito-na-copa-da-asia-2015/
avatar
Chad
Coordenador
Coordenador

Mensagens : 634
Data de inscrição : 11/02/2013
Idade : 19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho de base dos Emirados Árabes surte efeito na Copa da Ásia 2015

Mensagem por Fluzauum10 em Sex Jan 16, 2015 3:46 pm

Eles parecem ser promissores,o Brasil deveria trabalhar com a base assim e não jogando eles pra outros times das outras divisões...
avatar
Fluzauum10
Membro
Membro

Mensagens : 114
Data de inscrição : 13/07/2014
Localização : Nova Iguaçu,Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho de base dos Emirados Árabes surte efeito na Copa da Ásia 2015

Mensagem por Chad em Sex Jan 16, 2015 3:50 pm

Como comentaram no Trivela: imagine Adriano e Robinho no ataque da Copa de 2014 e Ronaldinho Gaúcho no banco, todos em boa forma.

Seria louco.
avatar
Chad
Coordenador
Coordenador

Mensagens : 634
Data de inscrição : 11/02/2013
Idade : 19

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho de base dos Emirados Árabes surte efeito na Copa da Ásia 2015

Mensagem por Rani Souza em Sex Jan 16, 2015 3:51 pm

O problema é que o Brasil é grande, se tiver alguma promessa no Norte, nordeste ou Centro-oeste dificulta manda-los pra outras regiões; isso dá certo em outros países porque o pais é pequeno, facilita muito.

_________________
~ BWL desde novembro de 2013 ~
~ Raniel Souza ~
~ Se você não modera, não venha desmoderar os moderantes. ~
avatar
Rani Souza
Membro
Membro

Mensagens : 296
Data de inscrição : 14/12/2013
Idade : 17
Localização : Parnaíba, Piaui.

Ver perfil do usuário http://sw-dicas.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho de base dos Emirados Árabes surte efeito na Copa da Ásia 2015

Mensagem por Victor Renzo em Sex Jan 16, 2015 3:52 pm

Emirados Árabes em breve se tornará uma potência futebolística, não o campeonato local, mas a seleção..

avatar
Victor Renzo
Membro
Membro

Mensagens : 128
Data de inscrição : 23/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho de base dos Emirados Árabes surte efeito na Copa da Ásia 2015

Mensagem por Rani Souza em Sex Jan 16, 2015 3:56 pm

Victor Renzo escreveu:Emirados Árabes em breve se tornará uma potência futebolística, não o campeonato local, mas a seleção..


Percebe-se, já têm 2 David Luiz.

_________________
~ BWL desde novembro de 2013 ~
~ Raniel Souza ~
~ Se você não modera, não venha desmoderar os moderantes. ~
avatar
Rani Souza
Membro
Membro

Mensagens : 296
Data de inscrição : 14/12/2013
Idade : 17
Localização : Parnaíba, Piaui.

Ver perfil do usuário http://sw-dicas.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho de base dos Emirados Árabes surte efeito na Copa da Ásia 2015

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum